Total de visualizações de página

terça-feira, 29 de março de 2011

NOVA TABELA IR 2011 - Medida Provisória 528/2011

Esta MP vem alterar os valores constantes da tabela do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física.

para o ano-calendário de 2011:
Tabela Progressiva Mensal
Base de Cálculo (R$)
Alíquota (%)
Parcela a Deduzir do IR (R$)
Até 1.566,61
-
-
De 1.566,62 até 2.347,85
7,5
117,49
De 2.347,86 até 3.130,51
15
293,58
De 3.130,52 até 3.911,63
22,5
528,37
Acima de 3.911,63
27,5
723,95
  
para o ano-calendário de 2012:
Tabela Progressiva Mensal
Base de Cálculo (R$)
Alíquota (%)
Parcela a Deduzir do IR (R$)
Até 1.637,11
-
-
De 1.637,12 até 2.453,50
7,5
122,78
De 2.453,51 até 3.271,38
15
306,80
De 3.271,39 até 4.087,65
22,5
552,15
Acima de 4.087,65
27,5
756,53
  
para o ano-calendário de 2013:
Tabela Progressiva Mensal
Base de Cálculo (R$)
Alíquota (%)
Parcela a Deduzir do IR (R$)
Até 1.710,78
-
-
De 1.710,79 até 2.563,91
7,5
128,31
De 2.563,92 até 3.418,59
15
320,60
De 3.418,60 até 4.271,59
22,5
577,00
Acima de 4.271,59
27,5
790,58
  
A partir do ano-calendário de 2014:
Tabela Progressiva Mensal
Base de Cálculo (R$)
Alíquota (%)
Parcela a Deduzir do IR (R$)
Até 1.787,77
-
-
De 1.787,78 até 2.679,29
7,5
134,08
De 2.679,30 até 3.572,43
15
335,03
De 3.572,44 até 4.463,81
22,5
602,96
Acima de 4.463,81
27,5
826,15

 Fonte: Portal Tributário

segunda-feira, 28 de março de 2011

EXAME DE SUFICIÊNCIA: COMO VOCÊ FOI???

Foi difícil?
Foi fácil?
Razoável?
Não fui bem porque não estudei....


Bom...várias são as respostas, acredito que em todo Brasil muitos contabilistas participaram neste domingo (27) do exame de suficiência do CFC.
Eu inclusive estive em Dourados- MS fazendo esta prova....como fui?? Bom, o gabarito só sai daqui uns 20 dias ainda, assim diz o edital da prova, mas dá pra se ter uma idéia vaga de como saímos. Eu por exemplo achei que a prova estava em nível considerado médio, mas esta avaliação depende de diversos fatores e o principal deles é: a sua formação na faculdade em que estudou.
No meu caso, tive uma dificuldade muito grande na disciplina de CUSTOS, enquanto estive na faculdade, e essa foi a pior parte pra mim na prova de domingo. Infelizmente não pude absorver muitas coisa de custos não, e a consequência foi: boiei legal em algumas questões....
Caiu bastante contabilidade comercial. ética, perícia, auditoria e outras coisinhas mais!
Bom mas eu ainda sou muito confiante e espero sinceramente que eu tenha conseguido, enquanto não sai o gabarito vamos torcendo e confiando que Deus nos dará este presente!!

E você colega como foi na prova??? 

Deixem suas opniões

Abraços

Mariane
Blog da Mulher Contabilista

sexta-feira, 25 de março de 2011

É NESTE DOMINGO!

Contabilistas de todo o Brasil, o Blog Mulher Contabilista deseja a todos uma boa sorte na realização do EXAME DE SUFICIÊNCIA que acontecerá neste domingo (27/03)em todo o páis.
Esperamos que todos (inclusive eu) consigamos atingir a meta necessária ou superá-la para que sejamos aprovados e passemos a ser aptos para tirarmos nosso CRC.
Lembrando que para considerar aprovado, precisa-se acertar no mínimo 50% da prova que constará de 50 questões, de diversas áreas da contabilidade.
Mantenham a calma, estejam concentrados na prova e confiem em Deus e no conhecimento já adquirido!
BOA SORTE A TODOS !!!!!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Lual na praia com BRUNO E MARRONE para as mulheres contabilistas!

Quer se atualizar e se aprimorar profissionalmente participando de painéis e palestras de especialistas de renome nacional, além de momentos entrosamento, descontração e lazer, com peça de teatro e festa temática num cenário privilegiado pela beleza, que é Caldas Novas/GO ???

        Quer participar de uma Festa Country?

        O CRC/MS convida você para o VIII Encontro Nacional da Mulher Contabilista e para integrar a Caravana de Mulheres Contabilistas de MS que está sendo formada para levar você até lá.

        Com o lema: “Mulher: Conhecimento, Criatividade e Leveza”, o evento acontecerá de 19 a 21/05/11, em Caldas Novas/Goiás, e visa reunir contabilistas do País inteiro para debater importantes assuntos relacionados à área técnica-contábil e à gestão empresarial.

        Participe. Faça já sua inscrição. Além do Luau, na Praia do Cerrado com Bruno e Marrone, a programação vai oferecer, entre outras atividades, o Painel “O Brasil Rumo a Convergência” onde Verônica Souto Maior estará abordando a “Contabilidade Societária”, Sandra Campos “Contabilidade Pública”, Ana Maria Elorrieta “Auditoria” e Claudia Costa de Albuquerque Lima “XBRL”.

        A Palestra “A Arte da Leveza” com a jornalista Leila Ferreira, Palestra Sobre Tributação, Painel “Empreendedorismo: A Importância do Profissional Contábil no Sucesso das Organizações”, o Talk Show “O Preço das Conquistas” e uma divertidíssima “Festa Country”.

        O valor das inscrições até 31/03/2011 para Profissionais Contábeis é de: R$ 400,00, Estudantes: R$ 250,00, Acompanhante: R$ 250,00 e Demais profissionais: R$ 450,00.

        De 01/04 até 09/05/2011 para Profissionais Contábeis será: R$ 450,00, Estudantes; R$ 300,00, Acompanhante; R$ 300,00, Demais profissionais: R$ 500,00.  
---> A inscrição deve ser feita diretamente no site do evento: www.encontromulher.com.br/inscrições.html
MULHERES CONTABILISTAS DE TODO O BRASIL
NÃO PERCAM A OPORTUNIDADE
VALORIZEM A CLASSE CONTÁBIL
ESTEJAM SE APERFEIÇOANDO A CADA DIA

quarta-feira, 23 de março de 2011

*** Receita Federal vai fiscalizar escritórios de contabilidade ***

A Receita Federal vai acompanhar a movimentação de entrega de declarações de Imposto de Renda pelos escritórios de contabilidade suspeitos de cometerem fraudes. O objetivo é evitar que os clientes recebam restituições indevidamente.

Os escritórios investigados cometeram algumas irregularidades em anos anteriores, dentre as quais, destacam-se a simulação de despesas com médicos, clínicas, instituições de ensino e pensões alimentícias e o aumento fictício dos IR retido pelas fontes pagadoras.

 
Fiscalização
A Receita começou, ontem, um conjunto de ações de fiscalização, para investigar os contribuintes que aparentemente tenham sonegado o imposto.

O fisco cruzou informações de várias fontes e identificou sinais de omissão de rendimento e de redução indevida da base de cálculo do Imposto de Renda em um grande número de contribuintes.

Alguns deles deixaram de incluir grande parte dos rendimentos nas declarações. Outros incluíram deduções irreais, valores de dependentes ou despesas médicas que não existem.

terça-feira, 22 de março de 2011

O Empresário Individual precisa ter contabilidade?

O tema é de grande discussão no meio contábil, pois regra geral os Conselhos Regionais de Contabilidades – CRC’s exigem dos escritórios contábeis fiscalizados a contabilidade de todos os clientes exceto das empresas enquadradas na Modalidade – MEI – Microempreendedor Individual, registradas sob a égide da Lei Complementar 128/2008.
 

A legislação pertinente estipula que não existe a obrigatoriedade de elaboração de contabilidade para as empresas individuais que possuam uma receita bruta anual de até R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais).
 
Tais empresas não estão obrigadas a possuir os Livros Razão e Diário com balanço e contabilidade propriamente dita. Esse entendimento é baseado no Novo Código Civil, Lei 10.406/2002 - artigos 1.179, § 2º e artigo 970, bem como no artigo 68 da Lei Complementar 123/2006, Estatuto Nacional da Micro Empresa e Empresa de Pequeno Porte, adiante reproduzidos.
 
Novo Código Civil - Lei 10.406/2002:
 
Art. 1.179. O empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema de contabilidade, mecanizado ou não, com base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação respectiva, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico.
§ 1o Salvo o disposto no art. 1.180, o número e a espécie de livros ficam a critério dos interessados.
§ 2o É dispensado das exigências deste artigo o pequeno empresário a que se refere o art. 970.“
 
“Art. 970. A lei assegurará tratamento favorecido, diferenciado e simplificado ao empresário rural e ao pequeno empresário, quanto à inscrição e aos efeitos daí decorrentes” e, a lei seguinte define o que é o pequeno empresário.”

Estatuto da Microempresa e EPP - Lei Complementar 123/2006:
 
Art. 68. Considera-se pequeno empresário, para efeito de aplicação do disposto no artigo 970 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002, o empresário individual caracterizado como microempresa na forma desta lei complementar que aufira receita bruta anual de até R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais).”
 
Diante das referidas previsões legais supramencionadas, entende-se que todos os empresários individuais com faturamento até R$ 36 mil anual, independentemente de estar enquadrado como “Empreendedor Individual” não estão obrigados a manter a escrituração contábil.
 
Entretanto, sugerimos que os contadores, que possuem contrato de serviços, elaborem a contabilidade de tais empresas de forma a minimizar eventuais discussões sobre o tema.

FONTE: Portal de Contabilidade

quinta-feira, 17 de março de 2011

Executiva do Facebook explica porque temos tão poucas líderes !!


Diretora do Facebook para assuntos de RH e administrativos, Sheryl Sandberg olha o porquê de uma porcentagem muito menor de mulheres, quando comparadas à homens, atingem o cargo mais alto de suas profissões e oferece três conselhos para mulheres que visam o status.

Esse é um dos vídeos do TEDWomen, conferência que reúne palestras de figuras relevantes para debater assuntos diversos. A palestra de Sheryl Sandberg é parte do TEDWomen, que buscou debater como as mulheres estão remodelando o futuro.

É possível acessar os vídeos das palestras no endereço do TEDWomen (clique aqui). São executivas, donas de casa, intelectuais e outras mulheres que vêm trazendo inovação e mudança para seus ambientes.


Assista o vídeo através deste link:
 

http://www.ted.com/talks/view/id/1040

Conheça os principais erros cometidos ao declarar o imposto de renda !!


Todos os anos, nos meses de março e abril, os brasileiros se dedicam a reunir informações de rendimentos para, na maioria dos casos, fazer sua declaração de imposto de renda em cima da hora.
Não é complicado, para quem tem um pouco de afinidade com informática e algum tempo para preencher os dados, é até bem simples. Basta baixar esse arquivo aqui para preencher a declaração e esse aqui para enviar a declaração feita.
Mas nem tudo são flores. Ainda hoje muitos erros são cometidos na hora de declarar o imposto, talvez muitos por deixar para última hora e fazer no afobamento. Fora isso, conversamos com o contador Fábio Oliveira, da OCContábil, que citou alguns dos erros mais comuns.  "No próprio programa da receita você pode encontrar uma listagem com esses erros", informa o contador.
Declarar dependente que não é dependente. "O dependente pode até ter renda, mas você tem que declarar a renda somando a sua. Pode ser pai, mãe, filhos até os 18 ou até 24, se estiverem cursando faculdade, mas não pode só contar o abatimento, precisa contar a renda também", alerta Oliveira.
Outro erro comum é não declarar outras fontes de renda. Fábio alerta que é preciso declarar todas as fontes, caso não o faça, o cidadão está sujeito a receber multas sobre o valor não declarado.
Mais simples que os outros, mas tão ou mais comum que eles é a digitação errada dos campos, diz o contador. Assim como nos outros casos, esse equívoco pode dar uma dor de cabeça em um futuro não muito distante.

Confira outros erros comuns:

- informar o CNPJ errado. Pode parecer simples, mas acontece e com ele errado a declaração é retida.
- Declarar os rendimentos do cônjuge no lugar errado. Os rendimentos do cônjuge devem ficar no quadro de rendimentos tributáveis recebidos de pessoas jurídicas pelos dependentes, cuidado para não confundir.
- Deduzir o indedutível. Nem toda doação feita para organizações podem ser deduzidas do imposto de renda.
- Inserir o desconto de plano de saúde no desconto autorizado para o titular. Planos de saúde são dedutíveis, mas é preciso cadastrar corretamente.
- Informar incorretamente os rendimentos de previdência privada.

As declarações de pessoa física podem ser feitas até o último dia útil de abril, que esse ano cai no dia 29.

IMPORTANTE: CAI EXIGÊNCIA DA PROCURAÇÃO PÚBLICA

ALGO MUITO IMPORTANTE...
Na terça feira (15) o senado discutiu os rumos da Medida Provisória (MP) 507, que, dentre outros assuntos, determinava a apresentação de procuração pública para atos perante a Receita Federal do Brasil, atribuindo emendas em seu artigo 3º. A matéria volta a ser discutida pela Câmara dos Deputados na forma de Projeto de Lei.
“Não há mais a exigência da utilização da procuração para o contribuinte conferir poderes a terceiros em seu nome, para a prática de assuntos na Receita Federal, a MP perdeu a eficácia. Esse fato estava complicando o nosso trabalho”, explica Ruberlei Bulgarelli, presidente do Sescon/MS.
O texto original será discutido na Câmara. Ruberlei lembra que o Sescon/MS também havia elaborado um mandado de segurança para garantir a melhor e mais ágil realização das atividades da área. “Agimos para o melhor de nossos associados e segmento, na busca da defesa deles. O mandado estava em análise e com essa ação perde a validade”. 


FONTE: SESCON/MS

terça-feira, 15 de março de 2011

Profissão de Controller Exige Novos Atributos

As exigências para evoluir na profissão de Controller passam por algumas reformulações em função do aumento da complexidade organizacional das empresas. É necessário que o profissional de hoje domine novos requisitos, mas que não pertencem especificamente ao campo de sua formação técnica. Dessa forma, segue abaixo levantamento feito sobre os principais requisitos do profissional de Controladoria e que estão sendo atualmente demandados pelas empresas. O levantamento conta também com dados sobre o mercado para Controllers, além de informações sobre o MBA Controller da FIPECAFI.

Exigências da Profissão - Há cerca de 10 anos esperava-se que o profissional de Controladoria mantivesse como prioridade o foco no controle do plano de operações da empresa, emissão de relatórios, além de reportar e interpretar os resultados das operações dos diversos níveis gerenciais. Entretanto, o Controller de hoje precisa - além desses atributos - obter necessariamente conhecimentos de "capital humano", como ter a capacidade de gerenciar pessoas, dominar a comunicação, línguas estrangeiras e ter espírito de liderança. "Um dos atributos mais valorizados pelo profissional de controladoria é saber influenciar pessoas e ter aptidão para vender bem seus projetos", afirma Rubens Lopes da Silva, vice-presidente da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). É importante que o Controller conheça a companhia de maneira homogênea, tenha conhecimento das operações que são realizadas e como o custo dessas operações irão impactar na contabilidade. Dessa forma, as empresas valorizam o Controller que saiba manter relacionamento com os diversos departamentos. "É essencial que o Controller seja conhecido pelos diversos setores da companhia, de modo que os processos sejam assegurados dentro do prazo", frisa Rubens Lopes da Silva.

Profissão demandada - Segundo Henrique Bessa, Gerente da Divisão de Finanças da consultoria Michael Page Brasil, com o crescimento econômico brasileiro em 2010 e a vinda de grupos estrangeiros interessados no mercado nacional, a demanda por Controllers cresceu em relação ao ano de 2009. "A demanda de controllers em 2010 foi 10% superior a do ano anterior", afirma. Em relação a salários, Henrique Bessa, diz que "a faixa de remuneração subiu de 15% a 20% em 2010 em relação ao ano anterior". Segundo o consultor, o Controller continuará demandado em 2011. "A tendência é que, assim como em 2010, em 2011 a demanda por esse profissional continue alta", disse.

Abaixo, segue pesquisa internacional elaborada pela consultoria Robert Half sobre o salário em 2011 para Controllers no mercado brasileiro:

Tamanho da Companhia                - 6 a 9 anos de experiência                  - 10 a 15 anos de experiência
                                                            (salário anual)                                            (salário anual)


Pequenas e Médias Companhias:   R$: 107.000,00 a R$:160.000,00      R$: 107.000,00 a R$:173.000,00



Grandes Companhias:                    R$: 187.000,00 a R$:280.000,00      R$: 253.000,00 a R$:360.000,00

Dados: Robert Half

segunda-feira, 14 de março de 2011

EXAME DE SUFICIÊNCIA - SAIBA ONDE SERÃO APLICADAS AS PROVAS

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e a Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), instituição contratada para auxiliar na aplicação das provas da primeira edição de 2011 do Exame de Suficiência, realizaram reunião, no dia 17, com representantes dos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs) que registraram os maiores números de inscritos para o Exame. Coordenada pelo presidente da FBC, José Martonio Alves Coelho, a reunião teve por finalidade definir procedimentos relativos à aplicação das provas, que irão ocorrer, em todo o Brasil, no dia 27 de março, no mesmo horário: das 8h30 às 12h30, horário de Brasília-DF.

As inscrições para a primeira edição do Exame encerraram-se no dia 11 deste mês, com o total de 16.607 inscritos, sendo 2.356 técnicos em Contabilidade e 14.251 bacharéis em Ciências Contábeis.

De acordo com o Edital nº 01/2010, que regulamenta o certame, caso não houvesse número suficiente de candidatos nas cidades constantes do local de inscrição, o CFC poderia mudar o local de realização das provas para cidades vizinhas. 

Acesse aqui as cidades onde serão aplicadas as provas.

Os locais de realização das provas são divulgados por meio do sistema de inscrição. Os candidatos deverão entrar no sistema e informar o número do CPF e a senha de acesso para obter a informação no comprovante de inscrição, que deverá ser impresso pelo candidato.

Acesse os locais de provas: endereços

Fonte: Site CFC

quarta-feira, 9 de março de 2011

Meus Honorários Estão Defasados, O Que Fazer?

Sem dúvida alguma este é um assunto polêmico e questionado em todos os escritórios de contabilidade, hoje vou iniciar uma serie de artigos sobre o tema, na expectativa de demonstrar a você leitor que esta situação pode ser modificada. 

Para iniciar vamos fazer uma reflexão... 

Quantas vezes deixei de aumentar um honorário por medo de perder o cliente para a concorrência?
Será que meu honorário está defasado?

Esse cliente tem pouco movimento, vou cobrar meio Salário Mínimo dele.

Estou aumentando minha Carteira de clientes, porém não estou tendo lucro.

Estou pagando muitas multas, meus funcionários estão errando muito, será que os mesmos estão capacitados para exercer a função deles?

Quando meu cliente pede desconto, no final sempre concedo a ele, na expectativa de manter ele como cliente.
Esse cliente é influente, vou cobrar pouco dele para manter ele aqui.

As idéias acima são decorrentes a realidade dos escritórios de contabilidade, muitas vezes trabalhando abaixo do custo, reduzindo a qualidade do trabalho, aumentando a Carteira de clientes sem se lembrar de aumentar os honorários contábeis.

Para mudar a realidade exposta, os escritórios contábeis precisam tomar algumas atitudes com, por exemplo, criar uma tabela de Preço por serviços, cobrar dos conselhos regionais a fiscalização do exercício da profissão em escritórios que cobram pouco, trabalham abaixo do custo, porém não efetuam o trabalho ou quando efetuam não se atualizam as novas realidades da contabilidade.

Até mesmo para um Contador é difícil calcular como um escritório consegue prestar Serviços de contabilidade a um cliente cobrando meio salário mínimo. O custo mínimo para a prestação de Serviços deve levar em conta:

Energia Elétrica, Recepcionista, Motoboy, um profissional que faça o contábil, fiscal e pessoal, a depreciação dos equipamentos que constam no escritório, o espaço físico, e o mais importante, o Capital intelectual. Não foi para trabalhar abaixo no custo que o profissional ficou pelo menos quatro anos na cadeira de uma universidade.

Aumentar a qualidade do trabalho oferecido pode ser o caminho a ser traçado pelos contadores, para conseguir renegociar seus honorários, o calculo do custo também é muito importante para evitar que o custo fixo fique a cargo de apenas um honorário.

Assim peço a todos os colegas de profissão que verifiquem o real custo para apresentar um trabalho de qualidade, assim à classe será engrandecida e os colegas terão condição de aumentar a qualidade dos Serviços prestados. 




Autor: Carlos Alberto R O Junior 
Fonte: Portal da Classe Contábil

sexta-feira, 4 de março de 2011

Contabilista no topo do prestígio !!


A constatação é das empresas que buscam profissionais no mercado, as  "caçadoras de talentos": cada vez mais as organizações procuram executivos da área contábil, tendência internacional que revela a importância dessa categoria para a eficácia dos empreendimentos.
Nós, que militamos na área, há tempos identificamos que, em cenário de economias interdependentes e globalizadas, que exigem decisões complexas, as organizações de todos os portes e setores não podem abrir mão de profissionais como os contabilistas, pois de seus conhecimentos dependem o acerto de decisões em áreas essenciais como a financeira, a
tributária e a de controles, para citar algumas cruciais no sistema produtivo.
Várias pesquisas de empresas de recrutamento de executivos, aqui e no exterior, confirmam a tendência. Uma delas, feita pela Consultoria Robert Half, ouviu cerca de 1.900 responsáveis pela contratação nas empresas em dez países. E concluiu que, no primeiro semestre de 2011, 36% dos consultados pretendem aumentar as equipes de executivos no Brasil – perto de 40%  na área da contabilidade.
É interessante a análise para explicar a ampliação dessa demanda em nosso País. O contabilista  no Brasil, mais do que em outros países, é hoje um quadro estratégico para todas as áreas das corporações. Basta pinçar a planilha de nossa carga tributária, uma das mais elevadas do mundo.
O Brasil, como potência emergente, exige que os especialistas se obriguem à constante atualização nas áreas fiscal e tributária para acompanhar  prazos,  normas, decretos e regras de todos os calibres. O desafio  é criar sintonia com a velocidade das mudanças.

As empresas que pretendem se instalar no Brasil têm dificuldade em entender a complexidade do nosso ambiente fiscal e tributário. 
O  contabilista, assim, deixa de ser mero técnico para assumir a posição estratégica de aconselhamento, vital para a tomada de decisão de investidores, diretores e altos executivos.
Há ao menos duas conclusões a extrair desses fatos. A primeira é que o contabilista está cada vez mais valorizado e sua atuação pode ser comparada com a do advogado como operador do Direito e a do médico na área da Saúde. É por isso que propugnamos por vários anos e aplaudimos a decisão, tomada em 2010, de  fazer retornar, por  Lei Federal, a obrigatoriedade do Exame de Suficiência, reconhecimento oficial de que o profissional de contabilidade reúne a capacitação exigida por um mercado crescente . Mais do que  exigência, trata-se de valorizar os conhecimentos dos profissionais.
A outra conclusão deriva da anterior. O contabilista  está obrigado a se reciclar a cada dia, num aprendizado permanente. Esta atitude é fundamental  para consolidarmos a noção de que nossa atividade mudou de patamar e sua valorização deve ser prioritária em todos os empreendimento,  nesses tempos de competitividade acirrada e busca de produtividade.   

José Maria Chapina Alcazar é empresário, presidente do SESCON-SP - Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento no Estado de São Paulo

MS registrou quase 600 novas empresas


Mato Grosso do Sul registrou um número expressivo de abertura de empresas durante o mês de janeiro, conforme aponta um balanço da Junta Comercial do Estado (Jucems). De acordo com dados da entidade, foram oficializadas 598 novas firmas. Em janeiro do ano passado esse número foi de 507 novas empresas e no mês anterior (dezembro de 2010), foram 561.
Também foram registradas pela Jucems, 1.018 alterações contratuais de empresas, quase 300 a mais do que no mesmo período de 2010. De acordo com o presidente da Junta Comercial, Vagner Bertolli, “isso é resultado da política de desenvolvimento do Estado. Essas aberturas vêm suprir uma demanda da própria sociedade”.
O número de filiais constituídas de empresas no mês de janeiro também merece destaque: conforme levantamento do último mês, divulgado pela Jucems, foram 99 novas filiais constituídas. Para o presidente, Vagner Bertolli, o número provoca um reflexo direto na geração de empregos em Mato Grosso do Sul.
O resultado do crescimento empresarial no Estado foi apresentado na última segunda-feira (28) durante a primeira reunião dos vogais de 2011, e também a primeira fora do prédio da Jucems.

LEI INSTITUIU HOMENAGEM AO DIA DO CONTABILISTA

Foi aprovado no dia 17 de fevereiro, o Projeto de Lei nº 6.936/10, que institui em Campo Grande a homenagem aos profissionais da área contábil. A homenagem será no dia que é já comemorado o “Dia do Contabilista” – 25 de abril. O idealizador do projeto é o vereador Mario Cesar (PPS). O projeto de Lei passa agora por sanção do prefeito Nelson Trad Filho e fará parte do Calendário Oficial de Comemorações do município de Campo Grande. 
Para o presidente do Sescon/MS isso é um reconhecimento do profissional. “A data é um reconhecimento simbólico do profissional que tem uma grande importância no setor”, destaca Ruberlei. 
Ruberlei e o presidente do CRC/MS, Carlos Rubens de Oliveira estiveram no dia 2 de março na Câmara Municipal de Campo Grande para agradecer o vereador Mario Cesar. “A visita foi uma forma de demonstrarmos o reconhecimento da ação e também uma conversa sobre como será a cerimônia de homenagens a esses profissionais”, explica o presidente do Sescon/MS. 
A homenagem aos profissionais já tem data marcada, dia 25 de abril com uma sessão solene na Câmara Municipal. “Contamos com a presença dos profissionais para prestigiar o evento já que é um reconhecimento para a categoria como um todo”, explica Ruberlei. Os profissionais homenageados serão indicados pelo Sescon/MS, CRC/MS e também pelos vereadores.
De acordo com o projeto de lei, é criado ainda a “Semana de Incentivo de Ações Contábeis” que tem o objetivo de realização de eventos culturais, palestras, cartazes, folhetos educativos, trabalhos escolares e campanhas através dos órgãos de divulgação e também institui uma sessão solene na Câmara Municipal.
da esquerda para direita: Contador Ruberlei Bulgareli (presidente SESCON/MS), Contador Carlos Rubens de Oliveira (Presidente CRC/MS) e Vereador Mario Cesar

terça-feira, 1 de março de 2011

PRAZO PARA ENTREGAR DECLARAÇÃO DO IR 2011 COMEÇA HOJE !!


A Secretaria da Receita Federal começa a receber a partir desta terça-feira (1º) a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2011 referente aos rendimentos recebidos em 2010.

O prazo se estende até 29 de abril, e as pessoas que apresentarem o documento após a data limite estarão sujeitas a uma multa mínima de R$ 165,74.

De acordo com a Receita, o programa estará disponível no site da Receita Federal a partir das 8h.

A expectativa da Receita é de receber 24 milhões de declarações em 2011.

Quem precisa declarar Segundo a Receita Federal, estão obrigados a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 22.487, 25 em 2010.

O contribuinte, no entanto, deve ficar atento: quem recebeu entre R$ 17.989,80 e R$ 22.487,25 no ano passado, pode ter direito à restituição neste ano. O primeiro lote de restituições será liberado no dia 15 de junho.

Sem papel Em 2011, pela primeira vez, o Fisco não aceitará declarações em formulários. Deste modo, a declaração poderá ser enviada somente pela internet, com a utilização do programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), ou via disquete ou pendrive (nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal).

Casais homossexuais Outra novidade do IR 2011 é o reconhecimento de uniões estáveis de casais homossexuais. De acordo com a Receita Federal, o programa do IR não faz distinção a respeito do sexo dos dependentes.

"É só assinalar companheiro. Não fazemos diferenciação. Caso tenham que comprovar posteriormente [em um eventual processo de fiscalização], ele tem de juntar os elementos para comprovar a união estável, ou seja, há mais de cinco anos", explicou Joaquim Adir, representante do Fisco.

Os contribuintes também podem fazer a retificação das declarações apresentadas dos últimos cinco anos.

Tira-dúvidas Para auxiliar os contribuintes na declaração do IR, a Receita Federal informou que está sendo lançado também nesta terça-feira um portal específico, dentro da página do Fisco na internet, para tirar as dúvidas dos contribuintes, a exemplo do que já foi feito no ano passado.

O portal, que também traz os links para o download dos programas, permite que o contribuinte encontre com mais facilidade informações sobre as etapas do IR: declaração, pagamento, processamento e restituição.

Saída definitiva na mesma declaração Sobre o programa do IR deste ano, a Receita Federal também anunciou novidades. Uma delas diz respeito à declaração de saída definitiva do país, que deve ser apresentada pelo contribuinte que saia do Brasil em caráter definitivo ou que passe à condição de não-residente no país, quando houver saído do território nacional em caráter temporário. Até o momento, essa era uma declaração em separado. Entretanto, a partir de 2011, estará junto com a declaração do IR.

Outra novidade, segundo Adir, refere-se aos "rendimentos recebidos acumuladamente" (RRA), ou seja, receitas de anos anteriores que foram recebidas em 2010. De acordo com ele, haverá fichas específicas para esses rendimentos, que tiveram sua regra de tributação alterada recentemente pelo Fisco, diminuindo o recolhimento de impostos pelos contribuintes.

Consulta rápida A Receita Federal informou ainda que, ao fim da declaração de 2011, quando o contribuinte receber o cógido de envio do documento, ele poderá saber se há alguma pendência com o Fisco, mas somente relativas a anos anteriores a 2010. Em posse dessa informação, poderá entrar na página da Receita e regularizar sua situação fiscal.

Completo ou simplificado A Receita Federal lembra que os contribuintes podem optar por dois modelos na entrega do documento: simplificado ou completo. A regra para fazer a declaração simplificada continua a mesma: desconto de 20% na renda tributável. Este desconto substitui todas as deduções legais da declaração completa. Em 2011, o limite do desconto é de R$ 13.317,09. Em 2010, o limite foi de R$ 12.743,63.

No caso da dedução por dependentes, possível apenas por meio da declaração completa, o valor subiu de até R$ 1.730,40 em 2010 para até R$ 1.808,28. Nas despesas com educação (ensino infantil, fundamental, médio, técnico e superior, o que engloba graduação e pós-graduação), o limite individual de dedução passou de até R$ 2.708,94, em 2010, para até R$ 2.830,84 no próximo ano.

Para despesas médicas, as deduções continuam sem limite máximo. Podem ser deduzidos pagamentos a médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, hospitais, além de exames laboratoriais, serviços radiológicos, aparelhos ortopédicos e próteses ortopédicas e dentárias.